@PatuemFoco

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Ricardo Motta analisa: “Acho que a Rosalba Ciarlini não seria candidata se a eleição fosse hoje”


Ricardo Motta analisa: “Acho que a Rosalba Ciarlini não seria candidata se a eleição fosse hoje”
Rosalba Ciarlini e Ricardo Motta foram aliados. Hoje, o presidente é independente. Foto: Divulgação

Rosalba Ciarlini e Ricardo Motta foram aliados. Hoje, o presidente é independente. Foto: Divulgação

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta (PROS), disse acreditar que a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) não seria candidata à reeleição se a eleição fosse hoje. O parlamentar, que assumiu a orientação política do PROS no Rio Grande do Norte, sinalizou para uma composição com os demais partidos da base de Dilma Rousseff (PT). “Nós temos pontos comuns com o PT, temos convergências com o PMDB, temos afinidade com o PSD, com o PR. Agora, temos que respeitar essa verticalização no que diz respeito aos palanques que serão montados no RN”, disse Motta, durante entrevista a 94 FM.


Ao falar sobre reeleição, Ricardo Motta salientou que o quadro eleitoral, hoje, não é favorável à governadora. “Nós estamos vendo que é uma realidade que a governadora, se fosse hoje à reeleição dela, eu não acredito que ela fosse candidata, eu não acredito. Se alguém acreditar eu respeito. Mas, no momento, eu não acredito”, frisou o deputado, destacando que as próprias pesquisas revelaram a dificuldade do governo.


“Pelas próprias pesquisas você vê que está muito a desejar; salvo engano 70%, 80% (da população reprova o governo)”, disse o parlamentar, citando, como exemplo das dificuldades do governo, problemas no setor de saúde. Ele relatou que um médico do hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim, que trabalhou durante 36 horas seguidas e “teve que ir a uma delegacia para poder dizer que não tinha mais condições de trabalhar, já estava exausto”.


“Claro que ninguém desgoverna porque quer, não é isso, eu não estou dizendo isso, mas eu quero dizer que a Assembleia lamenta”, disse o presidente da Assembleia. “Esperamos que esses índices do governo melhorem, afinal de contas nós queremos o povo do RN melhor. Agora as pesquisas infelizmente não têm dito isso”, disse.


Ao lamentar o insucesso do governo, Ricardo Motta salientou que a Assembleia Legislativa não faltou em nenhum momento à gestão. “Eu lamento, porque é um governo que a Assembleia Legislativa não tem faltado em momento algum. A Assembleia sempre foi parceira, além do governo, acima de tudo do Rio Grande do Norte”, disse, citando as “votações de projetos para que desse o suporte financeiro para a construção da Arena das Dunas e o RN sustentável”, dentre outros. “A Assembleia Legislativa não faltou em momento algum”.


Apesar de não acreditar numa candidatura à reeleição de Rosalba, caso as eleições fossem hoje, Ricardo disse que se a governadora for realmente para a disputa, haverá um debate no PROS para avaliar se apoiaria ou não o projeto da gestora. Apesar disso, ele foi claro ao sinalizar que a há uma afinidade do PROS com os partidos da base de Dilma. “Se Rosalba for candidata vamos debater. Tudo é possível no Rio Grande do Norte. Ninguém trata de fazer oposição por oposição”.


PROS


Ao falar sobre o PROS (Partido Republicano da Ordem Social), Ricardo Motta lembrou que a legenda tem cinco deputados estaduais e cinco vereadores em Natal, presidindo as duas Casas Legislativas, e que também recebeu a adesão de 19 prefeitos, além de centenas de vereadores, se constituindo numa importante força política do Estado.


“O PROS é um partido cujos números de eleitores que teve através de seus deputados e dos seus vereadores somam quase 400 mil votos, o que representa 20% do eleitorado do RN. Com essa bagagem aí, quem é que não quer compor com o PROS?”, questionou, informando que o tema PP foi superado. “O futuro é quem dirá quem realmente tinha razão, quem realmente agiu com bom senso, com lealdade, quem foi correto”, disse, se reportando ao que ele mesmo classificou de “tomada” do PP pelo deputado Betinho Rosado.


Ricardo Motta disse ainda que o PROS em 10 dias conseguiu, ao lado de companheiros, formar um partido forte, que tem a maior bancada na Assembleia Legislativa com cinco parlamentares. “O PROS é um partido que abrange todo o Rio Grande do Norte, todas as regiões do Estado. Temos a maior bancada na Câmara de Natal, a maior bancada juntamente com o prefeito de Macaíba, Fernando Cunha, com oito vereadores, a maior bancada em Assu, com nove vereadores, a maior bancada em Caicó, três vereadores em Mossoró. Veja que é um partido que tem bastante musculatura e com certeza esse partido será ouvido nas eleições do próximo ano. É um partido que terá vez e voz na sucessão estadual”.


Líder do PROS acredita na união da base de Dilma no RN


O deputado Ricardo Motta acredita que os partidos que irão apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff no RN poderão “caminhar juntos” em 2014. Ele disse que o presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB), o ajudou a assumir o PROS no Estado, e que a afinidade do PROS com a base de Dilma é um evidente sinalizador de que a legenda deverá integrar este palanque.


“É evidente que é um sinalizador. Já temos pontos em comum. O deputado Henrique é um grande amigo, é um amigo de longas datas, desde o seu pai, que foi amigo do meu pai, do meu avô. Existe uma afinidade bastante firmada entre nós. O nosso passado e o nosso presente. Nós temos tudo para deliberar, para debater conjuntamente com os outros parlamentares, com os outros presidentes de partidos, principalmente aqueles que defendem a reeleição da presidente Dilma. Nós poderemos muito bem afinar a orquestra e caminharmos todos juntos”, disse Ricardo Motta.


Apesar disso, o quadro para 2014 está incerto e o PROS está aberto a dialogar com outras legendas. “O PROS não descarta nada e nem confirma nada. O PROS vai debater o assunto no momento adequado. Agora, nós temos um ponto em comum, que é no que diz respeito ao presidente da República. O PSB tem um eventual provável candidato a presidente da República, que é o governador de Pernambuco, de quem, a ex-governadora é uma dileta amiga. Sou muito amigo da deputada Márcia, já fizemos campanhas passadas juntas com o ex-governador Lavoisier. Aqui no Rio Grane do Norte todo mundo é amigo, agora os adversários serão no momento oportuno e adequado. Mas eu não descarto conversar com nenhum partido político. Vamos abrir o diálogo, vamos dançar de acordo com a música”.


Sobre o PROS apoiar a reeleição de Rosalba, Ricardo Motta voltou a enfatizar a afinidade da sigla com os partidos da base governista federal. “Nós temos uma afinidade muito grande no partido a nível federal: Será que o DEM apoia a presidenta Dilma? Eu creio que não. Então isso aí já é um ponto divergente. Mas vamos debater”, afirmou o deputado.



Portal JH / Via Blog do JBelmont

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO !!!

Prezado Amigo Web-Leitor, não publicarei comentários anônimos e, também, não aceito nenhum tipo de ofensas morais que possam vir a denigrir a imagem de alguém e não me responsabilizo por comentários que alguém possa vir fazer.
Pois, antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato !!!

Cordiais saudações,

CLAUDISMAR DANTAS -
(Editor - Blog PATU EM FOCO).