@PatuemFoco

domingo, 1 de março de 2015

Torcedores do América-RN são presos suspeitos de ataques

 

G1/RN – Um adolescente de 17 anos e um rapaz de 23, uniformizados com camisetas de uma torcida organizada do América-RN, foram levados para a delegacia suspeitos de usarem rojões para atacar passageiros que estavam em paradas de ônibus na Zona Sul de Natal, principalmente torcedores do ABC. Os dois times se enfrentam na tarde deste domingo (1º) pela sexta rodada do Campeonato Potiguar. O Clássico Rei, como é mais conhecido o duelo, acontece no estádio Fraqueirão.

Em contato com o G1, o tenente Marcelo Queiroz, do Batalhão de Choque da PM, disse que os os dois torcedores estavam dentro de um ônibus fretado, parado na avenida Mário Negócio, no bairro das Quintas, na Zona Oeste da cidade, provavelmente a caminho do estádio. No interior do veículo foram apreendidos três rojões, um tijolo e uma bolsa com seis papelotes de cocaína. Os dois detidos foram levados para a Delegacia de Plantão da Zona Sul, no bairro de Candelária.

Retirado do Blog do Robson Pires. / Via Blog Ideias & Fatos

VEREADOR ELEITO RETOMARÁ CADEIRA NA CÂMARA EM MESSIAS TARGINO

A dança da cadeira na Câmara de Vereadores de Messias Targino, continua. Depois da cassação em primeira instância do vereador eleito Sebastião Maltez Batista Praxedes, "Rosean", o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, (2ª instância), determinou a volta a cadeira do legislativo municipal. A vaga havia sido assumida dias atrás, pelo suplente, Renifran Estevão da Silva, que voltará a condição de coadjuvante na política do município. Provavelmente, o que é de direito, deve recorrer a sentença.

Fonte: RN Política / Via Blog Olhar Messiense

Banco do Nordeste alcança os melhores resultados de sua história

O Banco do Nordeste apresentou, em 2014, seu melhor resultado financeiro desde a criação da instituição, em 1952. O lucro líquido do ano foi de R$ 747,4 milhões e o resultado operacional foi de R$ 1,13 bilhão, o que corresponde a um crescimento de 107% e 105%, respectivamente, frente ao ano anterior. Com esse resultado, a rentabilidade sobre o Patrimônio Líquido médio ficou em 23,2%. Em 2013, essa mesma rentabilidade foi de 14%. Os números foram divulgados no final da tarde de ontem, durante entrevista coletiva realizada em auditório na sede da instituição.

O resultado recorde deve-se, principalmente, ao avanço verificado no volume de contratações de empréstimos e financiamentos (R$ 25,3 bilhões, por meio de 4,7 milhões de operações), que cresceram 9,1% no ano, e à melhora no perfil da carteira de crédito, com redução na constituição de provisões para créditos de liquidação da ordem de R$ 408 milhões em relação ao ano passado.

Além de evoluir em relação à margem financeira, o Banco do Nordeste melhorou sua gestão operacional, com o volume de receitas de prestação de serviços (R$ 1,8 bilhão) crescendo proporcionalmente mais do que o das despesas administrativas.

Os números coroam um ano em que o Banco do Nordeste subiu 21 posições no ranking dos 500 bancos mais valiosos do mundo, segundo a consultoria britânica Brand Finance, ocupando agora a 314ª posição. A empresa vem crescendo em volume de operações e estrutura de atuação. Só em 2014, foram abertas 64 novas agências. De 2012 a 2014, o Banco aumentou sua estrutura de atendimento em 55%, chegando a 289 unidades abertas ao público.

Fiel à sua estratégia de ampliar o volume de aplicações com o pequeno empreendedor, o Banco destinou a maior parte do total contratado em operações no ano - R$ 15,3 bilhões – a empreendimentos considerados de pequeno porte. O setor de comércio e serviços recebeu o maior volume de recursos, cerca de R$ 13,4 bilhões em empréstimos e financiamentos. Empreendimentos industriais foram beneficiados com R$ 6,7 bilhões e os rurais com R$ 5,3 bilhões.

Do total contratado pelo Banco no ano, R$ 13,4 bilhões tiveram origem no Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), a principal fonte de recursos do Banco para aplicação em financiamentos de longo prazo. Esses recursos foram destinados a aproximadamente 469 mil operações no âmbito da agricultura familiar e na implantação, expansão e modernização de empreendimentos, primordialmente no semiárido. Somente no Rio Grande do Norte foram aplicados, ao todo, R$ 1,6 bilhão, em quase 303 mil operações. Em recursos do FNE, foi destinado R$ 901,9 milhões, por meio de 27,4 mil operações de crédito.

Em 2014, no segmento de micro e pequenas empresas, foram aplicados R$ 2,9 bilhões, distribuídos em mais de 69 mil operações, o que representa aumento de 13,5% no volume de recursos alocados em 2013. No RN, foram realizadas 10,8 mil operações de crédito com micro e pequenas empresas, com montante aplicado de R$ 291 milhões.

Em relação ao microcrédito, o programa Crediamigo, voltado para áreas urbanas, continua se destacando como referência mundial. Em 2014, verificou-se crescimento de 23,7% no montante aplicado, frente ao ano anterior, com a soma de R$ 7,1 bilhões contratados em 3,8 milhões de operações. No Rio Grande do Norte, o Crediamigo aplicou, nesse período, R$ 432,6 milhões, por meio de mais de 221,8 mil operações.

Já o Agroamigo tornou-se o maior programa de microfinança rural da América Latina, com crescimento de 22,3% em 2014 frente ao ano anterior, superando o volume global de R$ 1,5 bilhão aplicados em mais de 406 mil operações. No RN, o Agroamigo aplicou, nesse período, R$ 88,1 milhões, por meio de mais de 22,3 mil operações.

Perspectiva de crescimento

O Patrimônio Líquido do Banco do Nordeste, em dezembro de 2014, totalizou R$ 3,36 bilhões, e o Patrimônio de Referência (PR) ficou em R$ 5,86 bilhões. Um PR dessa magnitude mantém a empresa numa situação confortável frente às exigências do Acordo de Basileia. O acordo exige que os bancos mantenham um patamar de capital próprio compatível com sua alavancagem, de forma a reduzir os riscos do sistema financeiro. O Banco do Nordeste exibiu, em 2014, um índice de Basileia de 16,11%, bem acima dos 11% exigidos pelo acordo, o que, na prática, significa que a empresa tem espaço considerável para realizar novos negócios, sem prejuízo ao cumprimento das exigências de capital da legislação atual.

Reconhecimento externo

Além de subir 21 posições no ranking de uma das consultorias de maior tradição mundial na avaliação de marcas, o Banco do Nordeste também foi considerado o “Banco do Ano” em 2014, após vencer o 10º Prêmio Relatório Bancário, na categoria Destaque 2014, organizado pela agência Catarino Brasileiro. O Prêmio Relatório Bancário é considerado o mais tradicional do setor financeiro. A premiação foi entregue em dezembro último, em São Paulo. Mais de 180 cases de soluções adotadas pelo sistema financeiro nacional foram inscritos nesta edição do Prêmio e analisados por um comitê de jurados selecionados com base no notório conhecimento do segmento.

Já o programa Crediamigo recebeu, em 2014, mais um reconhecimento internacional: o Prêmio Foromic de Inclusão Financeira, concedido pelo Fundo Multilateral de Investimentos (Fomin), membro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A homenagem foi prestada durante o Fórum Interamericano de Microempresas (Foromic), realizado em novembro, em Guayaquil, no Equador. O Crediamigo foi escolhido por um júri composto de especialistas em inclusão financeira e de executivos de finanças, que escolheu o programa pela qualidade de seus produtos e serviços financeiros ofertados, bem como pela sua capacidade de chegar a populações pobres de maneira massiva.

Fonte: BN Informa / Via Blog Olhar Messiense

"Existe uma esquizofrenia no sistema político brasileiro"

Foto: Assessoria

Assim o Deputado Estadual Fernando Mineiro define a atual conjuntura política e movimentos oposicionistas que existem dentro do Congresso Nacional.

Fernando Mineiro esteve em Mossoró no último sábado (28) para participar da 1ª Plenária da Frente Ampla de Esquerda, defendendo a atuação de movimentos sociais contra mobilização que vem se organizando pela oposição, em todo o país. Política estadual, com a defesa do governo Robinson Faria, e nacional, com análise sobre a corrupção, foram alguns assuntos conversados com exclusividade com o "Mossoró Hoje":

Esse evento de hoje é um contramovimento ao que está sendo organizado pelo PSDB e que promoverá inclusive manifestações no próximo dia 15 no Brasil?

Não. Não é um contramovimento. É um movimento feito por nós. A  oposição está fazendo seu movimento, é um direito deles, e nós, que somos partidários, apoiadores do governo da presidenta Dilma, queremos que o nosso governo avance e consolide as alianças. Estamos também nas ruas em defesa da democracia. Os derrotados das eleições de 2014 querem porque querem, por todas as forças, colocar a agenda derrotada pra presidenta Dilma. E nós queremos que a presidenta Dilma avance e cumpra exatamente aquilo que foi definido na campanha e por isso que ela foi vitoriosa, que o povo a apoiou. É um movimento de afirmação de um projeto. Os derrotados do ano passado não aceitam a democracia. Nós queremos garantir a democracia contra golpe, contra impeachment, contra as baixarias e estamos mobilizando nosso povo.

E qual é o principal ponto a ser discutido e defendido nas ruas?

O respeito à democracia. O Brasil vive momento em que uma elite que tem interesses contrariados desrespeita a democracia, usa a força da grana, usa a força da maioria da mídia para criar um clima de insegurança, clima de instabilidades, para dar o golpe. Quem conhece a história do Brasil sabe o que eu estou dizendo. Quem  não conhece a história, paciência. Ou quem esconde também. A primeira  questão é o respeito à decisão soberana do nosso povo, é disso que se trata. Em relação à corrupção, a minha posição é que se apure as denúncias, que se investigue quem tem culpa no cartório e puna. Por que a delação premiada só vale para nós? Temos no Estado a operação Sinal Fechado, que tem  também a delação premiada e um alvo é o líder da oposição nacional, mas grande parte da mídia silencia. Não pode ter dois pesos e duas medidas. Nós queremos a apuração das denúncias, combatendo a corrupção, e punir quem quer que seja, do PT ou de outros partidos. Nós temos que enfrentar essa indignação seletiva.

Na Assembleia Legislativa o senhor é líder do bloco parlamentar formado com o PHS e o PCdoB. O que muda para esses partidos com a formação do bloco?

O bloco é uma união de partidos que não tem o mínimo de três na bancada, para dar mais força. Com essa decisão nós temos acento na mesa. Nós estamos discutindo com o deputado Souza, do PHS, com a deputada Cristiane (Dantas), do PCdoB, quais são as bandeiras que nós vamos defender no próximo período. O deputado Souza tem levantado a bandeira da frente parlamentar da agricultura e nós somos parceiros nessa caminhada. A deputada Cristiane vem levantando nos próximos dias a questão da mulher, em homenagem ao dia 8 de março, dia internacional da mulher, com a questão da saúde da  mulher. Está preocupada com as ações para atender isso. Esse bloco vai buscar algumas medidas e ações importantes. Eu tenho levantado, entre outras questões, a questão da água, dos recursos hídricos, a necessidade de se ter uma gestão com esse fim aqui no nosso Estado.

Como o senhor avalia esses dois primeiros meses do governo Robinson Faria?

Eu acho que está bem. O governador Robinson tem tido uma postura muito sensata, muito firme, muito tranquila no sentido de primeiro não ficar olhando o retrovisor e tentando dar resposta ao caos administrativo que foi encontrado. Já é conhecido de todos nós, não precisa ficar repetindo aqui a situação do Estado. Ele tem tomado as medidas para o Estado se desenvolver e superar a crise, a começar por reestabelecer os serviços. Tem feito um esforço imenso para colocar em dia o salário dos servidores, para enfrentar o problema da insegurança e nós já estamos, mesmo ainda timidamente, comemorando os resultados, a diminuição da violência. Nós tivemos agora, por exemplo, o carnaval com menos atos de violência da história do nosso Estado. Diminuiu significativamente. Tem ainda problema de insegurança, mas o governo tem agido através da Secretaria de Defesa Social com a Secretária Kalina Leite, que tem tido uma ação muito firme em relação a isso. O governador tem enfrentado a questão da saúde através do (Ricardo) Lagreca e buscado minimizar a questão grave do desabastecimento dos hospitais, como por exemplo do Hospital Regional Tarcisio Maia. Tem buscado e dado resposta na área da educação com o professor (Francisco das) Chagas, que é o nosso Secretário. Garantiu o piso nacional diante de todas as dificuldades e garantiu também a implementação do plano de cargos, só para citar essas três áreas. E tem buscado também a questão da agricultura, com a política de distribuição das sementes. Também a questão da juventude, com uma série de ações. Tem buscado dar a resposta e fazer funcionar o Estado que estava totalmente paralisado.

O que o senhor acha do uso do fundo previdenciário para o pagamento do funcionalismo público?

Tanto eu quanto o governador achamos que não é a melhor solução. Eu inclusive fui contrário a junção dos fundos em dezembro do ano passado, fiz uma oposição pública que expressei de maneira muito tranquila e transparente. O Estado teve agora a suspensão do Certificado de Regularidade Previdenciária, eu inclusive chamava atenção que isso iria acontecer. Hoje o governador anuncia que haverá um plano para restituir esse fundo, já conversou com o Ministro da Previdência e a intenção do governo é o mais rápido possível parar de usar o fundo e restituir aquilo que já foi usado. Alías, já aprovamos uma lei na Assembleia para recuperar e pagar uma parte dos recursos usados ilegalmente pelo governo passado. Aconteceu que a previdênia recolheu a parte dos servidores, mas não depositou a parte do Estado, então tivemos uma dívida de mais de R$ 70 milhões com o Ministério. Isso aí já está resolvido. Só depois desse problema, dessa ilegalidade, é que fizeram a lei. Robinson está usando dinheiro do fundo, mas tem um respaldo legal. A decisão do governo é o mais rápido possível restituir, porque não é correto ficar usando o dinheiro público.

A CPI da Petrobras é necessária?

Investigação e análise sempre é bom, em qualquer momento é bom. Agora existe aí uma investigação em curso pela própria justiça. Na verdade, o objetivo da CPI não pode ser fazer estardalhaço ou fazer mídia para a oposição e nem investigar só o período do presidente Lula. Nós estamos defendendo que as investigações, como inclusive os acusados, os corruptos já denunciaram, atinjam desde a época de Fernando Henrique. Se vamos apurar a culpa, então vamos apurar desde antes. Por que se passa a ideia que a corrupção da Petrobras é do nosso governo? Se o nosso governo tem erros, irregularidades e corrupção, tem que ser punido quem fez isso. Mas também vamos pegar o governo passado. Até para mostrar de onde começou. Como já disse o delator, essa história começou no governo Fernando Henrique.

Como o PT nacional e a Presidente Dilma deve lidar, na sua opinião, com a postura do presidente da Câmara dos Deputados, o Deputado Eduardo Cunha (PMDB)?

Deve lidar com respeito ao presidente de um poder. É público e notório que tem divergências com o Planalto, mas por outro lado é líder e participa do partido do Vice-presidente da República. Eu fico brincando que tem uma certa esquizofrenia: o Presidente da Câmara, do partido do Vice-presidente da República, às vezes é mais oposicionista do que o oposicionista. É a esquizofrenia política do sistema político brasileiro.

O que o senhor acha das últimas medidas do presidente da Câmara dos Deputados, como o pacote de benefícios aos deputados e a construção de um complexo anexo à Casa?

Eu acho um escândalo por exemplo esse negócio de você pagar passagem para o cônjuge dos parlamentares. Por isso que eu digo que tem uma indignação seletiva. Quando é para isso eu não vejo os indignados irem para a rua brigar. Eu brigo com isso e brigo com as outras irregularidades também. Eu acho que tem que denunciar, eu espero que a sociedade denuncie e acabe com isso. Agora, foi o parlamento que a sociedade escolheu. Chegou lá pela pela força do dinheiro, mas formalmente foi eleito pelo povo. Nós temos que denúnciar e cobrar esses escândalos e esperar que ele dialogue com a sociedade. É um parlamento que em sua maioria está ali financiado pelas empresas e tem compromisso não com maioria da sociedade, mas com quem o financiou.

Fonte: http://www.mossorohoje.com.br / Via Blog do Pôla Pinto

450 anos de Rio


A cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, a segunda fundada no país em 1565 - a primeira foi Salvador -, completa hoje 450 anos. Da chegada de Estácio de Sá a um trecho da praia entre os morros de Pão de Açúcar e Cara de Cão aos dias de hoje, a terra natal do povo que é símbolo do Brasil mundo afora nunca deixou de se desenvolver, mas em poucos momentos de sua história ocorreram transformações tão profundas como as que os cariocas estão vendo hoje. A metrópole 6.4 milhões de habitantes se prepara para o futuro com 31 grandes obras, cujo custo total deverá chegar à casa dos R$ 30 bilhões. Em um Caderno Especial, O Globo lembra momentos cruciais para a formação do Rio atual, como desmonte do Morro do Castelo, e mostra quais são os projetos de mobilidade urbana e infraestrutura, entre outros, que pretendem solucionar boa parte de seus problemas. A expectativa é que, em 2016, ano das Olimpíadas, a cidade tenha uma nova cara e conte com serviços mais eficientes. Especialistas em arquitetura, paisagismo e urbanismo explicam as mudanças e apontam desafios e soluções.

O Globo / Via Blog 

LAVA JATO: PELO MENOS 35 POLÍTICOS SOB INVESTIGAÇÃO

Operação deve revelar nomes de políticos sob investigação esta semana, quase um ano após seu início. Parlamentares responderão no STF, governadores no STJ, ex-governadores e ex-congressistas devem seguir na Justiça Federal.

A Operação Lava Jato avança para o seu momento mais aguardado desde que foi deflagrada, há quase um ano, em 17 de março de 2014. É aguardado para esta semana o pedido de abertura de inquéritos contra políticos envolvidos com o esquema de desvio de recursos da Petrobras. Fontes ouvidas pelo Congresso em Foco relatam que pelo menos 35 políticos deverão ser alvo das investigações a partir de agora, após terem sido citados nas apurações que correm na Justiça Federal no Paraná. Esta, no entanto, será apenas a primeira parte envolvendo detentores e ex-detentores de mandato. Até agora, as apurações recaiam sobre ex-funcionários da estatal e empreiteiras acusadas de atuar em cartel e obter contratos da Petrobras mediante o pagamento de propina.

As apurações contra políticos tramitarão em diferentes esferas da Justiça. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pedirá no Supremo Tribunal Federal (STF) a abertura de inquéritos contra deputados e senadores. O tribunal é o foro responsável por dar andamento e julgar os processos contra parlamentares, ministros e outras autoridades federais. Caberá ao ministro Teori Zavascki a condução dos procedimentos na corte.

Investigadores da Lava Jato ressaltam que Janot deverá pedir o arquivamento de procedimentos preliminares contra alguns políticos, por considerar os indícios de crime frágeis. Já tramitam no Supremo mais de 40 petições ocultas, sem qualquer referência ao andamento processual ou identificação dos alvos, contra autoridades, decorrentes dos depoimentos recolhidos na Operação Lava Jato.

O procurador-geral da República decidiu não pedir a abertura de ação penal contra nenhum dos políticos, nem mesmo o senador e ex-presidente Fernando Collor (PTB-AL), contra quem já tramita inquérito no STF. A força-tarefa chefiada pelo procurador-geral defende tratamento isonômico para todos os políticos.

Ainda não se sabe quais parlamentares estarão na temida lista de Janot. A expectativa é que figuras de projeção no Congresso Nacional apareçam na relação. Delatores já citaram, de um modo ou de outro, desde o nome do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), até o do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Ambos negam qualquer envolvimento com as denúncias de corrupção na estatal. Diversas lideranças partidárias também já tiveram seus nomes associados ao esquema em algum depoimento.

As apurações envolvendo ex-governadores e ex-parlamentares que não desfrutam mais da chamada prerrogativa de foro correrão nas esferas inferiores da Justiça Federal. No caso dos governadores citados, os processos seguirão no Superior Tribunal de Justiça (STJ). A fase de inquérito (investigação preliminar) será conduzida pelo ministro Luís Felipe Salomão. Mas a eventual abertura de ação penal dependerá da autorização das respectivas assembleias legislativas.

Há pelo menos duas petições contra governadores citados nos depoimentos da Lava Jato no STJ: uma contra o Jorge Viana (PT-AC) e outra contra Pezão (PMDB-RJ). Esses casos, porém, estão ocultos e não aparecem no sistema de busca processual do tribunal. Há um dificultador para os processos contra os chefes dos Executivos estaduais: em geral, eles fazem prevalecer a maioria que tem em seus legislativos para barrar as apurações no STJ.

O andamento do processo depende do aval de dois terços dos deputados estaduais. Até hoje, apenas o então governador Ivo Cassol (PP-RO), em litígio com a assembleia à época, virou alvo de uma ação penal no Superior Tribunal de Justiça. No STJ também tramitam ações contra conselheiros de tribunais de contas. Neste caso tende a se enquadrar o ex-deputado e atual conselheiro do TCE da Bahia Mário Negromonte (PP-BA), citado por delatores do esquema como beneficiário de repasses destinados ao Partido Progressista.

No caso de políticos atualmente sem mandato, como ex-governadores e ex-parlamentares, as investigações seguirão na Justiça Federal. Alguns ex-governadores como Roseana Sarney (PMDB-MA) e Sérgio Cabral (PMDB-RJ) já foram citados por delatores.

Além de pedir a quebra dos sigilos fiscal e bancário dos políticos sob suspeita, o procurador-geral também quer que o Supremo também quebre o sigilo de todas as movimentações nos procedimentos contra deputados e senadores.

Fonte: Edson Sardinha/http://congressoemfoco.uol.com.br/ 
/ Via Blog RN Política em Dia

RECEITA COMEÇA A RECEBER DECLARAÇÕES DO IMPOSTO DE RENDA NESTA SEGUNDA-FEIRA

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2015 começa nesta segunda-feira e termina no dia 30 de abril. As pessoas que entregam a declaração no início do prazo têm prioridade para receber a restituição, caso não preencha a declaração com erros ou omissões. Na mesma siutção estão incluídas pessoas com mais de 60 anos, portadoras de moléstia grave ou com deficiência física ou mental.

Este ano, cerca de 27,5 milhões de contribuintes devem prestar contas ao Fisco. A multa por atraso de entrega será de 1% ao mês-calendário, até 20%. O valor mínimo é R$165,74. Um passo a passo com cada etapa da entrega está disponível na página da Receita.

A declaração poderá ser preenchida no próprio computador, com a utilização do programa gerador, ou em dispositivos móveis, como tablets ou smartphones utilizando o aplicativo m-IRPF ou diretamente no site da Receita Federal, por meio do Centro Virtual de Atendimento (e-CAC). Neste último caso, haverá necessidade de uma certificação digital.

O contribuinte poderá salvar ou compartilhar dos computadores da Receita Federal informações online do programa gerador da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) para usar em diversos dispositivos e não apenas no adotado para preenchimento do documento.

Isto facilitará a vida do usuário, que poderá usar a chamada computação em nuvem (acesso a computador remoto). Será possível começar o preenchimento utilizando uma forma e continuar em outra, sempre salvando as informaçõesonline.

O contribuinte que optar pela instalação do programa gerador do Imposto de Renda terá de aguardar até 2 de março, a partir das 8h, para fazer o download . “A partir deste horário, quem baixar o programa poderá transmitir a declaração”, conforme informou o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir.

Entre os obrigados a declarar estão os contribuintes que receberam, em 2014, rendimentos tributáveis superiores a R$ 26.816,55 ou rendimentos isentos – não tributáveis ou tributados somente na fonte, cuja soma seja superior a R$ 40 mil.

Também deve declarar quem recebeu, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência de imposto, realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias e futuros, auferiu ganhos e tem bens ou propriedade rurais de acordo com valores estabelecidos pela Receita.

Fonte: http://correiodobrasil.com.br/ , com ABr / Via Blog RN Política em Dia

NESTOR CERVERÓ CHOROU EM DEPOIMENTO À JUSTIÇA

Foi neste mês, na sexta-feira, dia 13. O ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró participava com outros presos na Operação Lava Jato de uma sessão de depoimentos na Justiça Federal. Cerveró não resistiu a pressão e chorou. Foi prontamente consolado pelo lobista Fernando Baiano e pelo doleiro Alberto Youssef. “Tem que ser forte nesta hora”, disseram-lhe.

Fonte: Pedro Marcondes de Moura/http://epoca.globo.com/ / Via Blog RN Política em Dia
Foto: Sérgio Lima/Folhapress

Congresso estuda medida para reduzir assaltos em bancos

data:image/jpeg;base64,/9j/4AAQSkZJRgABAQAAAQABAAD/2wCEAAkGBxQTEhUUExQWFhQXFxUXFxUXFBcVFRcUFxQXGBQYFRcYHSggGBwlHBQVITEhJSkrLi4uFx8zODMsNygtLisBCgoKDg0OGhAQGzQmHyQsLCwsLDQvLzQsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLP/AABEIALcBEwMBIgACEQEDEQH/xAAcAAABBQEBAQAAAAAAAAAAAAADAAECBAUGBwj/xABPEAABAwEEBQgGBwQHBQkAAAABAAIRAwQSITEFQVFhkQYTInGBobHRByMycsHwFEJSYpKy4RVDU3MkM5OiwtLxFoOjw9MXJTREVGOCpLP/xAAaAQADAQEBAQAAAAAAAAAAAAAAAQIEAwUG/8QALhEAAgIBAwMCBAcAAwAAAAAAAAECEQMSEzEEIVEyQRQicaEzQlJhkbHwBSSB/9oADAMBAAIRAxEAPwDmQ1SDVcsViNR10LesvJS80k1Olqww7V9TPLCHqZ5EYSlwcuGqbae5aFr0TUpmHN7RiFKy6Ne8dEHwT1xq7Fpd1RnBqe6r9p0c5hAMY7Mupb+jOSYe2ajyDOTYOHmpnmhBW2OOOUnSORupXV3NbkdTEkVHdoEDgua0ro3mX3b14ajEdyMXUY8jqLCeOUe7MsNUg1FuJBi0HMHdU24KYYpXEARq1C7Myh3Ua4ldRQrJWaBmtgaSY1oAkxG6VjXU4C5zxKXJcZtcBKh5x2QGKVWzamuDp1DNQBhTpVC0yM9qelrgV+QdSwvbm0oBYtazvrVDDGvefusLj3BNpTRdaiGvrsLL5IbeIBMAThMjMZpbii6k1/I9LatIyrqYtXXck+SjbWxz3VC0NddutaCTgDMk4Z7EvSHoahYLNTfTDnOdWDC5zpN3m3uyEAYtGpcMnW4oT0PkuPTzlHUcjcTXE9mtDXiWns1o11aoyUlaOLTTpgLqV1HuprqqhAbqa6j3U1xFAAuprqPcTXUUAC6ldRrqV1Kh2AuqJaj3Ui1Kh2VrqSPdSQFnV6EsTgendA7J7l0YY3bwyXCsrOGRWpo3S3NtgicZXmZ+nnL5kaseWK7HUuYzUJ71j2wa2gzqGJE9UodPTLdsdaBU0zieiuMMGRPg6SyQa5Mk2aq5xNwnE6sJ1rd0bpssF14MjXCz26XcJgADYgvdUcC45StkoOaqaVGdS094s6c6YacJhA5mlU9shwGQWLQNItILXXtRBlb2htGAgkB494wexZcmOOJWrR2hJzdGRb9FMa6abejjIJMear1rPRuxBDtxPxwXaVLEwDpDZ9ZZOnmUXN6IiNg1708XUuTSdhPFSbRxZYkGq79Ed9kxthCuL1k0zEyNOzF2QmEMsVlhIyUbiFYALiV1HuJXFQgF1K4j3EriAO+9GTPU1TtqAcGDzXPenR3RsgEzerHDPAUx8V1Po5bFmfvqn8jFyPpzf07GN1oPfQC+Z6t/9iX1PVxfhI2fQ08mx1ZM+vI34Uqfmqnp0P8ARLPn/wCIGW6jU4q76G2RYam+u/XP7ukqPpyd/RrP/OceFJ3ms8e8zo+0TxmjVc3pNMHPcesalv6O00HdGpgdupYBHz85qO35/wBFvxZZ43cWZpwUl3O6AnJPcUNFM9TT9xvgrVxe9F3FM859nRXuJXFYuJXVQFa4muKzdTFiQFa6muqzcTXEAVriYsVgsTFiBle4kj3EkgChqmGooppwxcygYalcRgxOGoEAa1aFC6RGJOvEDgFXDU8KJx1FRlR0WjtFUmw92OwTr7EevaLrSWE4ai4rApW2o0QHGEvpbtqxvpckpXJ2aFmilSRrNeXDpkNnEG9PYqFtoxBa4OG87EBjxrHehPbsyXWHT1KyJZbQZ1uJEHAbhn1yqTmjUiXErq0xhGPBxlJvkGymNaa4j3UrquyQNxK4j3UridiAXErisXEriNQHe8gmxZeuo7wHkuE9OdUCtYwcy2tH46XkvQeRTYsrd7n+MfBedenJgdaLKMJFJ5Ha8f5V8x1LvNL6s9jH+EvojqvRCP6Ad9aoco1MHwWP6cz6mzfzKh4MHmtn0OUi3RlMEQecrZGfrkZ9iw/Tm7o2QferHgKfmuUPUi5ek8gE/OWXcp3VItxz+cEzSFsRmO60Qz1FL3G+Ct3FDRLPUUv5bPyhWri9/HL5V9DzZcsr3ErisXE1xVqJK9xNcVm4muJ2MrXE1xWbia4iwK1xMWKyWJixAFW4nR7iSAN+rzbhF3tESoVdHU9V4doKotkI3Ou2leYsU4+mRs3IvlDu0YRkR4Ku6hCOHHaeKJRsj3YhpI26l1jKUfWzm0n6UUubT82r7bC8mA0z1KZ0bUEdEydQxPBXvR8k7cvBm3E9xaFSwVG5scOxTfoqqG3yw3dv6Zo3o+Q0S8GZdU6dIkwEY00gxVq8E0To6Mc7YMNZ8lWfQIMFWBO1K4pi5X3Y3prsVm09ylzasNBGWCk4k5mU9TsVIq3E9xW6VCcyAE3NI3EGllW4nuK0KRTXEaiaO25JNiys63/mK8z9NdQ/TKAAkcyD1E1KnkvUuTjYs1Pqd+Yryb0zVJt7G7LOyccMalRfPZneWT/dnsQ/DX0R3XonbGjKPvV9Ufv3+S5n05HGyDdXP/5LrfRgyNGUOusf/sVFyXpvPTsg+7W73UvJRj9Y5+g8rcMMN6bHgjPbA3oQWxGY9I0Uz1FL+XT/ACBWriWi6fqaX8un+QKzza9iMuyPPfJWuJritc2m5tVqFRVuJrit3E3Np6gKhYmuK3cUbiNQFUsUSxW7iYsT1BRUuJKzzaSeoVFnomejju8lC4j0qbTm6OyU9wTgeOa81ZFHtZtcGwLBBlWhaXaj3IYaiNp7wnKcZcgoyXAajbXD/VEfpBxw1INGmDmRG8qbWN1yVxksd8Fpzrkm23HWET9oxk2d14jiFULRv3KQYNvch48bFuTQq9sLjiweXUoULKXHAd8BSuI7H7e4Kr0L5Bep/MR/Z8O6REfdxwQqlmGNySN+aLnr7sVEA5YhEZz92Jxh4Ac1170jTGqeCtteQAJEbFKqwnNw6oj4Kt133J21RRFNENAhEDUVhABwE7VTyP2JUV7g2WFx1R1mEwsjtnbOCLfO08Uey0y7ANJ7VzeWaVui1CD7dzqNCsihTB2fErx70xk/T8P4FPVjM1Mj2r2CyV2tY1pmQAI/VcFy05FVbbajXZWYxtxjQ1zHOMtBxMHae5eVKVybPQ0/KkjpfRwyNG2b3XnjVefiuK9NrvW2YbKdQ8XN8l3/ACcs5s1lo0HdI023S4YAmSSQDJGaweWvJT6fUpv5007jCyLl+ZcTM3hGaISSlbCSbjR4eASevUnePn5616Z/2WtH/mT/AGQ/zKDvRgP/AFDv7Mf5lo3YHHbkaVhp+qp+4z8oR7i0m6MutAk4ADIah1oTrP18B5rcutxef7Mb6bJ4KNxK4rfM9fD9VIWff3KvjMX6hfD5PBRuJriuus8ax3+SGWbx4eKpdTjf5kS8M17FUsQnA3gIwgmd4IjxPBXbvVxCq1aU1m4wQxxjaCWjxAx81e6nwydDXIxYmLFauKNxXrFpKtxJWSxMnrCiLDCAy207xYKjL7fabebeHWMxmOK8ooWquwForPukyRf+tHEa8ig1G1Hzea0udgakNa4zlJbH6wJleI+qR6e0/J607T1EVBRNRvOECGgTnlLgIE71W0ryns9ncWVHG+LpLWtkgOmCYEasupcNW5NW66KYo32tHRewNcW4z0Xuh4y6sSr1l0XpMU3U/orqkh0PfTD3tvNa03ZME4TiDiSULP4G8RrU+X1A1btxwZF6/InKcWcMZ64W1ozlbZ6zg1lQh0wGuBaT1eWa5i0aBtdVt6ro2peAe1oaxzR0nXrxIOYlwEZKkeR9rDKbBZagYKxc4XYfk0XscAIEa8ZwS3pX37gsS+h6aau8E6sfAJCNh4/ouEo8lzSdTeLPa2uaHw4E1C0hwDIAaNU4Zda6rkxyPq2imDbLTXFMPcQwkUarwLzYc5ri4NIg6icTrXTeS9vuTttmxZbK+oYY0nwHWdS1aPJx31ntG4Au8l0NBrGNDWXQBkAQplw2rnLqJe3YtYY+5zr9AEYtqY+7HxWda7I9vtCfvSSuueqVppSERzSvuDxKuxyzMFKtULjicNkyntzLh+74fosSjyosrjHOhrtjpbBgEgzgDjluOxaNceThpa7GzdT3NyyKfKSynKvS15uAy61ZsmmqFRoLKrCD94A57DiqWS+GRoL4bsRaNUtMg4+KC2s3aOKMGnYeCTafIJNcHQ0xLWmMwDxClcVmzt9W0H7LfALln8rqDbXVsr3XHsc1rS8gNfea1wuu1HpRBiYwlebPsejHvydDdTXUH6SFE11y3EXoYV4QSFF1VCdUS3EGhirNVR9NHc5QJRrQaCuaaiWo5QnuCNaDSAcxBe1TrWlozKyrZpljdaadg1RYrQqDHX33GEB0ScYIbMThjmrFmsr6vSeCxn2cnnr+yO9VrMI0lUaIDRZaYAjXzrifzBbMWHhyMuTMqaiazKcACSd5zKRarJaolq9FTMDiV7qSNdSVaxaTwssKt2bRld+LKVR3u03u8AtSny1YMWc9SmBDGUad0CYypfEoVq5TNqe3XtjuusR4Ul4Gg9RlStyKtLukaF3e91Oif+I4JUeSFQOAdXsYmBBqF9TE5epY8Eob7dZttoJ31Xf9FBNps0zdrk++7t/cJ0I6WlyaFJxHPWqBePqbDXuwASem4tbOCgzSNGiHHn9JGAyb1r5mJMDCHEGRiJWXR0vTa4ubSrS6+T9XF83sWWafrHWrjeU9UUDRpi2sbf5wc3UeKl6Ii+aE3TrBKvUhmj/ts9jb9G+RIbNS22qpjBOQqBurYoWv0g6Qc0EVWtbJaLrAcQATi6T9YYqg/TdR7LrqdoqYyXVaNKqcoj1lkIjvRWaTbcDXWEOgkyaTackgA/1VFn2Qjcihf+gKfK7SAip9JqTejEMLQbpMXSIyGxaDfSFpBrC41qboa4i9QpZi7Ew0bVStFrp3Lo0Y49K9DbRWZjETjO3JY1VjnXh9ErtBkRzzHQCQYxpjYEa4+Q7m7ZfS1pAua0izGS0Y0CMzGp4Rx6XrYHQaVkIn+FWEwRGVVY+gtGUhVpve2103Ne0/1VKpTgGQS7nWkdcFU6mhLPmbXUaf/dsNdmyfZL9m9GpP3K7nXN9LVW6DUsllN7GL1VuIMbXTkO5RZ6SqL3w/RdmcXESedGP4qRJXNWzQlM06Fy2WX+qdF99SiXTXqm96ykPdx+zsT6K5OuNdsPstUQ/Blts7iYpujoF4ccbupMXc6Q8vbA6b2iKPZUonXvpjHLBHocs9Fls/stzRh7PNa+qFxn+x1uAJ+iVnYg9Ac5hOfq7yidCV2WeqX2auxwfRaA6lUaSCKhdAc0YdFvFNduAZ31LlhocFpNitDDIjoNz7KuKsUeUuhMDzNdt0R7D8jLsQKmOteT1KcOEtMg44kYSdquNof0Y1Brq3GgzkKIdMzhiYTuXkXY9xs3pS0dAHPPaIAE2eqcAMMmnUuf0nadA2qtUqvtb+cfBfDazQMA0QHUiBgAvKW0HdHpapOJMdHbqT6Os7nNtLpwY2keu88NEGMVND1Hu9LlTozmmU2W6iy4xrQ69ddDQAJvtunLWEWjpiyu9nSdnPXUo/CF86CSBIEdERAmZOzHUmNMyZGN10ZzryUvHF+xe5JH0sKwd7Ntsx/AfCqE3MVj7Nqs56qY/66+edNUYtNVpbi2rByMEEjsyVUGGjeHYSJyOuMEtqIbsj6Qdo21nKrRP+6d8KpQH6K0hqfQ/A8eBK8CsQPSi8AKZdMk6hnxTC31Wno1azYIye/Y7MXsMkbUQ3We32vRGlNTrP/wAQf4Ssi1aB0wfrWb+0qj/lLzCnyitYiLVWb0yBFSpiBG/etPRHK62ucQbXXi68warjlcgjqvJqEQ3GdrZORlueZtFdrB9mlLyR7zoA4FdBo3k8yhiyk5zx9d7mOf1gkgN7AF5lpPllpCiGXbbUN4H27pOAbl0Y+so2f0k6RMxaJxA6VKic5jOJyXWMtPCOclq5PWy5/wDCfxpnweuboWes3SNauaFTmnUmsa4BpxFzUHTmHLlqXpK0jJbNMkNnpWdgEwDmHbTqVu1ekm2sDLws8loJmi6JIE+yZiTrV70iFiidm/SoGdOuP9w/4BUtJcoGtpuLGvL9TTTe09eLCuVPpXtLSb1CzOAJ+rUb/jKk30w1PrWKkfdqvZ/hKe/IWzErHlzXaSHkXgTPqjEzkPnjmkrh9LbTj+z+FtqD/lJLjc/1Mvbj4OYZUray38J80ZtpqbB3+atsAxywE+HmoXwty6PE/YzPLIlRrO1tP4v0Vobp8fgFWZWCsNtYUy6DF4GsrCCdh7vNPTJOI+e5FoWxsKVO1tGW9Z5dBH2LWQAXHYeBUDaRrujrMK4LaDgqtvoU3wCM1yfQFa0LnhuPaPgU4rDdxWhonkxZT7QnDac0S18jLOZukjqPBcn0lFGYK42jiFIWhv2h+IeaoW7kiG4tqHtWFV0K8HB/il8JYWdU+ox2d09d0+KE2hQBvBlIOgiQ1kwQWkSNoJHauVdo6qIxBw2qVKw1gT0JwcPZnNpGzej4Zr3FqNupoOyEg3Ggj7LnN8HK62ldYWUbTaKUua6WWh94XQ4ANM4A3jI1w3YuXbo+0QfVu7Wx4wrlmsdW5EMa4PBk1aYMREHpTExgq2mvzlJyOgZUtjRDdI2g/wAwtrjg8KT7RauauGrZqrr5dNWxWe6WloAF0MmZB6Wax/oj5xdSHU4k9zUVzYaBeMyST1xHgUbc/wBX2HbC1HWiOlY9GP8AdZWpk/2b2hFsr2NpVg7RrAXCn0aVsqjnLrwcDUc+5did6pA1Pqid94+AYnr2us1pDuaaNr3Oaewy1PTPz/v5H3B1Po0zUsFvZiMaVenWyG+iJ4quyzaPvNH/AHlTktb6yy0XNxdrPOtOtVq1pcP3jDuaXVPBrgErDVcXhtOo4PcQ0FnQ9ogAXiWnOFaUgte5q6Zstgdaa5dpC481nlzX2SsAHX3S2/TvXs4lU3aBoOgUtI2G7BBa+tXpycft0urWqNfQgqvlzyTkSagnDPMGeKt0+S1OMHt3XmvJz1ljyP7qruFxN7QfJ54FcMtNlqtNnLGtp2ui6Depgk3nAgQDiUBvIy3OdIol4DpBY6i/DH+GSTglorQLmMrhtOg+9SLMOcpFwdVpm64m6AIBxGOAxzWY/ko7Xo9w30rSD3PvJWwqJZpcmLY2DUstZpBdh9HfBkgyTlqVnRFg6NZ1Wk6mW0amDmuaAS6m2eljOOzUqDLLVo5ftSj7j5/KGrZ0Pp+0MbXm3W2BQdd55jzzbjUptD5NR14iYu/eOxPUFI5nSNQOayCD7Qku23cgAR4IdGmbpuMAxb7cEYB2WQ2LoKHK+1RDtIUKo2VrMBxvUT4oh0/UP7vRVUnbSpNPc6mUtX7Bp8MwrpMtE+yRdBIZhGA6cR2K5pzRjWVabNjaJkyPap0yR0cIBJHxWo/SRg39F2ZxifVVKlPDddquhVeXFepUtJFmsrwG3Guqse+o1/QZBbI6N0AjAmYRuxDbkce60w4y0HE+Krur45A7lpVOTtrkeoOP32d8OT0uSdqdm1rR954A7pUa4eSnCS5Rmi2t+wPxO80lvs5DOjGu0HWAwkdhkTwSS3Yef7EdHTsRaKnONyZIOYnnGDPI5rKqsxzVyvyuc4FoZAO15GRkeyNoCyq+ki44MYCc+iXz+Jy3Q6mS9SOM8EfysKWxrSa4asepVmvqOOAE7BSZ/llGbSrgYl7RtJ5sccFb6v8Ab7kLpv3LlOm/7D/wHyRLhHtQ33nNb3EhYrrk9OtT7awceElQbUoA+3PuUqhPZLQO9R8VJ8L+y9iPuzc51k/1tP8AED+WU30mmDJfPUyp8WhZTLQzVTru6wxn+IqXOuno0AB96tPcGI3MsuF9hacUeWb9PTrG5B57AB3vU3cpnGbtMnrqEdwaVhsbWOTaLeptRx73QeCmKNb61dw9ynTZPaGyp280uf8AfwPcxLj/AH8mjU0zVdkxvbeJ8QhPrVcy1rN5ZhxfKo1LOPrVazuuq8DgCAq30OlJN0E7SLx4mV0j0uR8sh9TBcL7Gg/SMYG00x7j2TwpwVH6a051ar+ptU97hHeg03gZADqEKf0jdwVroV7sl9W/ZErzT7NKqfe5tvffJ7kRl7+FTHXVLxwDG+KEbSdqka52q10cCH1Mw1O/MXqbc8W03avecQeCg+lXcI594nY1rNf2mAFMK3zrWnodgLgTltxnLJRk6aEVY45pydWYtt5P14N57n7nPc4x2krOdoqowEBgzmRuB816nVYDj/p2FVn0AdQWK6NDhZ5fUpVR9U8J6k9iNRlRjrpkPY7L7LgfgvSathB1Sq50c0ak9bFto88JdORzOramqVTI3CO8eS7evokGVnP0GNhJ3YqtQtJl2bSEUqwkyeajHZVaT4KFHStQRD3DE5EjYrztCx9Zrct+HU1Es2hmDO847zdHAY96mXUY48uydMnwVbHp60AMAqvJg4STJxjrXQaO0xayx99xktbcvtaOlzgmQR9nag0LNdHRhg3CD26yrLGjeetZp9YuIxO0cbXqYZmlajhDqdJxyk0mqm6kL16GA/daB4K5TpzmiCgskpylyy+3sUmUQTOfb8FZFLs8eCJfa3X2DzQn2v7I81FB9QzKQGIbiPrO+CjVftJKrOeTOMJwwDUSd6oBzWGz54JJyXbBwSQOjh2WurGDKDd4Y5x/vuKmK1aP66PdZTZ3hsoQeNia+voFhxoxvLNhKgc4Q+tVcNhqvI4TCrtsVMfVHbiiXk15WowXsTql7sLTptGTQrLH7gqYciB6u64IaLoqBSFRU2vUr6LFRcFTf5qBqFVucTc6ix0GdV+ZQTUQnPUC5dEyWixziQqKtfT309QtJaD0/OKpfUmlUpCcS2Kq6PQVQYLmaZC6LRHRHSw69fVt7Fy6hpR7srDbl2R1V7BDcZ+eKzK2lmAYAnuHZr7lU/aL3HojtwHjjwXjSzQR6CizfcQBJMAayfiqNfSdMYAlx3DDtOSzebc7F7+PmUhdGWKzy6h+yL0VyHraQcRgAAd8nv8AJV3BzvacY2YAbsFMicvntU20j8hcJTlLkWqK4RBjWDLNEDScuKPTo6zh3qV8ahPWpFbYJln7UUUgMz2fohutM643BDifnx2IoSSDOtH2Rx8kB73E4nsmBvwSc7f1wMFGRlrPyPimUJNgPnduzScWjw2wmNXqA2hAUIVJyHwMa8E944eahzxjd19yE905nuy3YRxTALzw2eCdVHVDqiPeCSdDs44OUgUEFPeXv2Y6C3k0od5KU7FQYFTDlXBUwmmJosXki9BTX07FQUvUS9CLlAuRY6DXk5CnRsVU4hhA2uhg7C6JVxmjI9t4jY1pPe6I4FKWfHD1Me3N8GdeRbOC4w1pcdgBceAWhSpUm5MLjtd0jwi7/dWm2mXAC6A3PHIHc3ILLL/kIx9KLWDUZNLR7nZ3Wje6eF2cdxVkaMY0SXFx2SG47IEk8VpCy/ad8EVoY0Ydw+KyZOvyy4dfQ6xwRjyU7Owj2GBowxiDx9o9pKufR3Zk8MP1Knz05dyhzZOMwskpuTtsu4rgIKYHz8c0iTk0KTG9aOKagNcnwB5s6/NFZS+T5IrWx+iefPPZ/qgVMZtMb+zJOakZKDnjt1SYwzwQuckYYfHegdBXPO0DrKG47SSdiHJz3n9JThkHLZwxTHRNj/8A4jZr7uxImZjV39fFQ5sN8t0JjnqA2BBVESJOeHj1JOYdWE5nGTu8U9Rk7fhsPX2p2yM44xt8+9AUM1nZPHhr1JNAOboEOInOfJSIJmDgPhnj2Id4zrPV4Z7ZTodDVaTYz7Mxqw3oTj27DA1Az4dys3oGWRG/jOOWCi6mZzABjE5xsCA4GFKdvH9EkO7tc2es+SSYdjg5SvJJL2rMg8pSkknYh7ykHJJIsKJiorx0TUEX7rJxEm8SN12RxISSXHPmlFKi8eOLTfgNR0fTmOk87yGDgJJ/EEem8MyaGnLo+1v6WJ706SxynKS7stJLgtUKb3Y4AbcyrP0AfWM9f6JJLOzvpSjZJt1oy+AU+cOrBJJJnFzZDm59pEDRG3rSSUkBGjsVhtCM+tJJBaQSI+ZUDX1H5wSSQX7i50qMnhj34d6SSBiIiO7aevZiokdE4apM44XgJ7wkkmkU0PJxnPZ2/oUM4Azqx3nbMbyEkkIEiT62eY+Dch24qbsdUavAEcUySBEWtjHrkb8Ix7VDnQM8ccM85kdergkkhDfYdxgAnXhuz6vmExJ2TBg9uodhSSQK+9EHuAG8jqER+oT1ScIjAYyNc5JJJjoDzJ2d/wCqSSSVkn//2Q==

O Ministério da Justiça deve enviar na próxima semana ao Congresso Nacional um projeto de lei complementar com medidas que visam diminuir o assalto a caixas eletrônicos com o uso de explosivos. O documento está sendo elaborado de forma conjunta com as secretarias de segurança pública do País e deve tocar em pontos como o aumento da punição para autores desse crime. A previsão é que um projeto de lei chegue à Câmara dos Deputados na próxima semana, mas o prazo depende de que os secretários cheguem a um consenso sobre uma proposta.

Na quarta-feira, 25, o secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Alexandre de Moraes, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, participaram de um encontro com o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que se mostrou disposto a dar agilidade à votação do projeto na Câmara, assim que o texto for enviado ao Legislativo.

O governo paulista tem liderado essa demanda, pelo fato de São Paulo ser um dos Estados mais afetados com o uso de explosivos para roubo de caixas eletrônicos. De acordo com Moraes, o Estado registrou 28 casos só no mês passado. Ele explica que um dos pontos que estimulam a prática do crime é a baixa punição aplicada, de três a cinco anos de detenção, por ser o delito classificado como “furto qualificado”.

A proposta do secretário é que a mudança na lei possa permitir uma punição mais severa, semelhante à de prática de roubo qualificado, em que o autor do crime pode ter pena de cinco a 12 casos. “Há também a necessidade de que a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) tome as medidas necessárias que já acertamos em São Paulo e que devem ser passadas para o resto do País”, disse, explicando a necessidade de que seja feito um georreferenciamento dos caixas eletrônicos, além da aplicação de outras medidas de proteção nos terminais.

Outra demanda do governo paulista, segundo Moraes, é que seja alterado o decreto de regulação de dinamites. O secretário defende a proibição de da fabricação de banana de dinamites, o que considera um “atraso” para o País, lembrando que em outros locais existe apenas o uso de explosivos mais sofisticados, que não podem ser manipulados por qualquer pessoa.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, participou de encontro na manhã de hoje com secretários de segurança pública de 24 Estados. Ao sair do evento, o ministro disse que enfrentar o assalto a caixas eletrônicos é um dos desafios do País. “Diante disso, criamos um grupo de trabalho, já nos governos anteriores, que discutiram mudanças legislativas. A nossa ideia é retomar a discussão, para que em um curto espaço de tempo possamos encaminhar ao Congresso Nacional esse projeto de lei”, declarou, acrescentando que há uma “boa vontade” do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, em pautar a matéria na Câmara dos Deputados assim que ela for enviada ao Legislativo.

O ministro disse, ainda, que o encontro visa uma maior política de integração entre União e as unidades da federação em termos de segurança pública. “O problema da segurança pública não é um problema um Estado ou da União, é um problema do Estado brasileiro. Ou a gente supera aquele jogo de empurra clássico, em que um diz que a culpa é do outro, sem resolver, ou nós ficaremos patinando vendo a violência crescer”, disse Cardozo.


Do Jornal Gazeta do Oeste / Via Blog Comunicador Efectivo

Caraubense que estava desaparecida há 4 dias é encontrada viva na cidade de Mossoró

A caraubense de 50 anos que estava desaparecida há 04 dias, foi encontrada por um taxista, identificado como Manoel Sena, na manhã deste domingo, dia 01 de março, na cidade de Mossoró, na região oeste do Estado do Rio Grande do Norte.

De acordo com Manoel Sena, Maria Inácia dos Santos estava na "Praça dos Taxistas", que fica próximo ao Jornal Gazeta do Oeste. Ele a reconheceu e entrou em contato com os familiares. Os motivos do desaparecimento de Maria Inácia dos Santos provavelmente esteja relacionado com um problema de depressão.

Os familiares de Maria Inácia, após o susto, agradeceu a Deus e a todos que de certa forma colaboraram através de orações, apoio e divulgação durante este período desesperador, que hoje chegou ao fim com uma excelente notícia: Maria Inácio está viva e aparentemente bem!

Via Blog Icém Caraúbas

"MINHA CASA, MINHA VIDA", PARALISA PROJETO PARA BAIXA RENDA

Vitrine do governo do PT, o programa Minha Casa Minha Vida ficou praticamente sem contratar novas moradias destinadas à população de baixa renda, onde se concentra o déficit habitacional do País nos dois primeiros meses de 2015. Apesar da promessa oficial de contratar 350 mil novas habitações até junho, nas três faixas de renda do programa, houve paralisação na contratação da faixa 1, para famílias com renda mensal de até R$ 1,6 mil. A causa é a frustração de recursos - para esse público, o governo subsidia até 95% do valor do imóvel.

Em janeiro, foram contratadas 1.561 unidades para a população enquadrada na faixa 1 do programa, segundo dados obtidos pelo Estado. Quando o programa rodava a pleno vapor, a média de contratação de moradias dessa faixa superava 30 mil unidades por mês. Nas faixas 2 e 3 foram contratadas, respectivamente, 31.866 e 4.868 moradias.

Houve queda de 17% nos desembolsos do programa em janeiro na comparação com o primeiro mês de 2014, informou o Tesouro Nacional. O presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), José Carlos Martins, afirmou que em fevereiro esse quadro não se alterou.

Freio
Desde o ano passado, diante do cenário de restrição fiscal e com folga para bater a meta da segunda etapa, o governo colocou o pé no freio nas contratações. Em 2014, o total de contratações nas três faixas ficou em cerca de 500 mil unidades habitacionais, praticamente a metade do que foi contratado em 2013 (930 mil).

"Estamos equacionando os fluxos financeiros para dar prosseguimento à transição do programa e fazermos lançamento da terceira fase. Por isso ainda não iniciamos as contratações dessa fase", afirmou a secretária nacional de Habitação do Ministério das Cidades, Inês Magalhães.

Questionada sobre o impacto do ajuste fiscal do governo Dilma, a secretária respondeu que, embora "até os pires" do Palácio do Planalto saibam da necessidade de enxugamento dos gastos públicos, a austeridade fiscal não impactará o prosseguimento do programa. A presidente disse na semana passada que a terceira fase do programa sai em março. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Estadão Conteúdo/http://tribunadonorte.com.br/ / Via Blog RN Política em Dia

Petrobras demite e vende reservas

data:image/jpeg;base64,/9j/4AAQSkZJRgABAQAAAQABAAD/2wCEAAkGBxQHBhUUBxMWFhUXER0XERcYEhsWHhgZFR0aGBcVGRgYKCghHRonHRQYITciJiwrLi8uGiAzODMsNygtLisBCgoKDg0OGxAQGjckICYtLCwsLCw1Ny8sLC8sLCwsLCwsLC0vLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLCwsLP/AABEIAIMBfwMBEQACEQEDEQH/xAAcAAEAAgMBAQEAAAAAAAAAAAAABAUDBgcBAgj/xABFEAACAQICBwYCBQkHBAMAAAAAAQIDEQQFBhIVITFRkRMUQVKS0QciU2FxgZMWIzJCVHOhscE2YnKissLSNIKj4SUmNf/EABsBAQADAQEBAQAAAAAAAAAAAAABAgMFBAYH/8QALREBAAEDAgYCAQMEAwAAAAAAAAECAxESUQQUFSExUgUTQSIjMzJhcYE0QqH/2gAMAwEAAhEDEQA/AN+Pzt9AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAABYbInzj1fsdrod/wBoePnaNpNkT5x6v2HQ7/tBztG0myJ849X7Dod/2g52jaTZE+cer9h0O/7Qc7RtJsifOPV+w6Hf9oOdo2k2RPnHq/YdDv8AtBztG0myJ849X7Dod/2g52jaTZE+cer9h0O/7Qc7RtJsifOPV+w6Hf8AaDnaNpNkT5x6v2HQ7/tBztG0myJ849X7Dod/2g52jaTZE+cer9h0O/7Qc7RtJsifOPV+w6Hf9oOdo2k2RPnHq/YdDv8AtBztG0myJ849X7Dod/2g52jaTZE+cer9h0O/7Qc7RtJsifOPV+w6Hf8AaDnaNpNkT5x6v2HQ7/tBztG0myJ849X7Dod/2g52jaTZE+cer9h0O/7Qc7RtJsifOPV+w6Hf9oOdo2k2RPnHq/YdDv8AtBztG0myJ849X7Dod/2g52jaTZE+cer9h0O/7Qc7RtJsifOPV+w6Hf8AaDnaNpNkT5x6v2HQ7/tBztG0myJ849X7Dod/2g52jaTZE+cer9h0O/7Qc7RtJsifOPV+w6Hf9oOdo2k2RPnHq/YdDv8AtBztG0myJ849X7Dod/2g52jaTZE+cer9h0O/7Qc7RtJsifOPV+w6Hf8AaDnaNpNkT5x6v2HQ7/tBztG0myJ849X7Dod/2g52jaTZE+cer9h0O/7Qc7RtJsifOPV+w6Hf9oOdo2k2RPnHq/YdDv8AtBztG0myJ849X7Dod/2g52jaTZE+cer9h0O/7Qc7RtJsifOPV+w6Hf8AaDnaNpNkT5x6v2HQ7/tBztG0myJ849X7Dod/2g52jaTZE+cer9h0O/7Qc7RtJsifOPV+w6Hf9oOdo2k2RPnHq/YdDv8AtBztG0myJ849X7Dod/2g52jaTZE+cer9h0O/7Qc7RtK6PqnLAAAAAAARMZjlhaiUot3V+JzON+Sp4auKZpy9Fnh5uRmJYNsR8r6o8nXaPVtyNW5tiPlfVDrtHqcjVubYj5X1Q67R6nI1bm2I+V9UOu0epyNW5tiPlfVDrtHqcjVu+6OaKtWUVF73bijWx8xRduRRFPlSvhJppmcp52XkAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAABTZ3/1Mf8AD/Vny3zn80f4dPgv6ZVxxHtAAAABnwH/AFsP8R7OA/5FH+WN/wDjlsZ9w4oAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAIeMxlDD1EsdUpRdrpTnGLtzWt4GVdq3XP64iUTfijtqw8w2Jw+LnbCTozaV2oShJ252XgU5ax6wmniNXirKT2EfLH0onlbPpC/2V7oVTMMLSm1Uq0E1xTqQTX2psjlrHrDOeKiPNf8A6k0FSxNJSw+pKL4SjaSduTQ5Wz6wvTeqqjMVPa0adCm5VlCMVxbskvtbHK2fSCbtUd5lGoZhhatVLD1aDk38qjUg239STvcmmxZicxTGVOZirtqWBukA+K1aNCk5V5KMVxlJpJeG9vcETMRGZRNs4f8AaKP40PcjMKfdb9oSqGIhiIXw8oyXOMlJdUTlamqKvEseJx9LCTSxVWnBtXSlUjFtc7N8BlFVymnzLDtjD/tFH8aHuRmEfdb9oZ4Y2nUw7nTqQcFxmppxVuN5LcicrRXTMZiezBtnD/tFH8aHuRmFfut+0G2cP+0Ufxoe4zB91v2hnxOMp4S3eqkIX4a01G9uV+IytVXTT5lhWcYd8MRR/Gh7jMK/db9oS6dRVYXpNNPg07rqiV4mJ8E5qnBuo0kuLbsl97BMxHlXR0iwkq2rHE0b3tbtY/z4EaoZcxazjVCzTutxLZFrZnRw9Vxr1qUZLipVYxa+1N3IzCk3KInEy8p5pQqztSr0m/BKrFvomMwj7aN4S+HElplB2zh/2ij+ND3IzDP7rftDNh8fSxMrYarTm+UakZfyYzCYuUT4lIJXR8Tj6WElbFVacG1dKVSMW1zs2RlSq5TT5llo1o4ikpUJKUXwlFqSfhua3ErRMTGYfU5qnC82klxbdkvvBMxHeVZ+UeE7XV7zRv8AvY/z4EZhlzNrONULOL1o3jvXgS2icvQAAAAAAAAAAAAAAAHKvi3/APuUv3H+6RlX5cL5T+SFr8I8BqYKtXkv0pqnH7IK7/jL/KTRDf4u3ima1ksyzOeeascNBUO3spStfs9a2s2pcdXfwJzVlv8AZxP2Y0/py174tzpSx1FUrOqovXtx1XbUT+vjb/2VreT5PTNVMR5bdie00b0OjHLqbqVadOEYxUXK8m1rSajvtvky/iHvnVZsRojMsWh2a4zM+0eeUVTiktR6koXe/WVpPereJFMzPlXhbt25E/bGIc+yl05fESHcLdn3t9nbha74fVyKR/U5VrTzX6fGXZzZ9EAaR8V8d2OSQpR41al3/hp7/wDU4lLk9nM+TuYtxTu1XItEaeYaOSxONxCpWctVNJq0PF3d97TRSKcxl4bPCU12prqqw9+F+v8AlOlQbUeyk6q8HFWSuues4ijyn47V9uI8Iun+N2hpZUs1aFqUX/h/S/zSkKu8qcdXrvzH+lhQ0ay6vVjGnmDcpNRilT4yluSW7mxpjdrTw3DziIuN3qaKqGiTwWDq6qb+abhdu8teV0muPD7DTT2w6c8Liz9VMuU6TZOsizR0VUVRqKcmo6tnK71bXfhZ/eZTGJcHiLP1V6c5bhlPw2d6VTF1l+pOdPs/sk4Xv917FoodG18b4qmVZ8U8f3nSFU48KVJK396fzP8AhqkVz3YfJV6rmmPwwZ5ovh8ryFVY4uMqzUfzS1XdytrJWd7K7d/qE0xEK3uFt0WtWrvs2H4TUZ0MBXq1m1RbWrfheGs5yXVK/wBX1FqHr+NiqmmqqfCgzHMq+nWkEaOFbjTcvzcHe0Yx3upNLjKyv0SKzM1Th5bl2viruimezLppoXDRzLYVKFWU7z1JqSS3tN3jbw3Pc7iqnCeL4KLNMVRLafhZjZYjR6ccQ7qnVcYNvhFxUrXfgm31L0T2e3465M2pz+HO69aOfaTyniqipwq1m3OW7Vh4Pf8A3Ul0M/MuVVMXr2apxEy+s9yqjh8xjSyKq8TrL9WN/mfCK1ePMTEfgvWqKa4ptzl0vMKs9H/h7bFyvVjQUL3v80/lSv421v8AKaT2pdm5VNnhv1ecOd6I5BSzurU79WVGMIqzvFXcr7vm8LL+RnTGXI4WxTdmdU4Rdm20lVHJanaNVVGlVju5Xnu8Fv3/AFDHfEKxbmL2m3Oe/l3DMMbDLsFOrinaEI3k/wCi+tvd95tM4fSV1xRRqn8OH5zique16uKxC+XtFBco62s4U1zsou/238TGe/d81eqruzNyfDqPw1nraH0lylUX+eT/AKmlHh2/j5/YhpvxPzepXzp0E2qdOMfl4KUpLW1nz4pL7GUrnu5/yN6qa9H4RcPkOCzSjTWVYvUquynGutW7a4RsrXv4XYxE+GdPD2bkRoqxP93TNFMqqZLk0aOLmpuMnqtXsot3Ud/Lea0xiHZ4a1Vbt6apytyXoAAAAAAAAAAAAAAAOVfFt2zulf8AZ/8AdIxueXC+T/khumU4KplOhUYYCN6yoXirpfnJ/N+tZbnLx5GkRiHStUVW7GKfOEPRKOZ9/b0iaVLU3J9k25brW7L7+JFOr8s+F5nV+74VGdZdTx/xNpRw6W6MamJtzheSv9bSgvvRExmphdt018XER/tY6e6W1MgxVKnl6g5Sg5z14uVle0bWa8VLoTXVMeGvG8XVZmKaUnHYp558O51a/wAspYaU3qNxWtBNtcf0Xq8HfiJnNK9dc3eFmqdnNdDf7V4b98v6mdPlxuD/AJqXdDd9OAcf+JuO75pNqQ3qlBQS/vS+aX+qK+4xr8vn/kK9d7TH4WtD4WuSTr4lLctZKjvXNXcifrb0/FzMd6m25ZlFDRDKKk8Pd2g51Jyd5S1E2lu3JfUi8RFMPdRZo4a3Mw4/lLo4jNlLPpyVNuUqrim5NtNq1r/rMxjH5cC3NFVzNyezdMghlMM6pPLpV5Ve0XZqUZNaz3Jvd4Xv9xeNOXSsRwv2Rozl0puy3mrrzOIcSwn/ANl02Te9VcTrP93H5reiNjHzL5yn9/if9u2SkoRbluSV39SRs+jntDh+DoPSvS20m0q1WUm1xjFXl/BJIw8y+app5i/jeWTTLR+GjmPhDD1HPWp6zvFJre0uHG9n0FUYW4vh4sVRES6E3Vr/AA1euvzksE3ZRSumvBLx1eRp/wBXW/VPC/3w0P4fZzRyTO3UzJtRdJxUlFys20+EbuzsUpmIlyuBvUWq81pmnGkf5VZhSo5PGUoRfyfLZ1Jy3Xs96SXO3F3FVWfDTi+I5iqKLfhs+Iwv5I/D2cb/AJxwak19JV3bvsTt/wBpfGml7qqeW4aY/Ln+i/c1ipPSPW1NT5FFS3yvxepyS/iZxj8uTw305mbr3so4zSiMdGFOMXVj2N29ZWted+KXF7/AfnsmIiq9+z4bj8XMdq4ejQi+MnUl9kflj/GT6F7kvf8AJ3MU00KXAaFRxGiTxeJqyhLsp1Ix1U1aN9X699v4lYo7ZYUcDE2fsmcMnwonPb8407anYtz3LinFRs+K4vcKPJ8ZM/ZOzJ8Ss/eYY9YXBO8Kcvzlt+vU8u7io/zvyJrnPZb5DiJrq+ulRYzNJLRmGFeHdOMauvKo9a85Wd7ppc+fgiue2HmruzFmLenH92/fDCvbRSVlfUqz3Lx3KVv4mlHh1Pjqv2P8KHGaTYDSbFR21h5Uvlt2yndxW9pNRV2rvxTtcrqifLzV8Tw9+rFynH92qZvhKKzTs8hnOtB2UW4Wk5PdqpWV/DfZFJiM9nguUUfZptTl3HKMPLC5VShiHecaUYzfG7SSZvHh9LapmmiIlLJaAAAAAAAAAAAAAAAHK/iy7Z7R/cf7pGVflw/k5xciVR+XGO+n/wDHD2I1S83P3t3xV00x1SFniJL7IxT6pXGqSeOvz+VdlucVsrxkquCm1UlFqUmlJtNpu7lffdLeRE4Y279dFWqJ7vjNMyq5tiu0zCWtPVSvZLcuCst3iyJnKt27VcnVUm0dJ8TQynu9OouycHDV1Iv5Z31le1/Fk5nw1ji7kUaM9nuhv9q8N++X9RT5Twf81Luhu+nAKKpohhKuP7apSbqOprtupP8ASve9r24+HArph5p4O1NWuY7r0s9KPmGChmODlSxavCStJXauuPFWfgFK6Irp01eFF+QeB+gf4tT/AJFdEPL0+x6pOXaI4TLcZGrg6VpxvqvtJytdW4SbXBiKYhe3wdm3Vqpjuua1JV6LjU4Si099tz3Pet6LPTMZjEqnKtFsLlGL7TL6WrNRaT15S3Pjuk2iIpiHntcJat1aqY7rXEUVicPKFb9GUXGVm1ukrPet64kvRVTFUYlV5TovhcnxXaZfS1Z6rjfXlLc7X3Sb5FYpiGFrhbVqdVMd3mbaL4XOMV2mY03Keqo37ScdyvZWi0vFkzTEl3hbVyrVVHdbUKSoUYxpfoxiox333JWW9kt4piIw13G6C4LF13J0nFt3ahNxXp4L7rFZoh5K+Bs1TnCyyfR/D5Mv/jqSi2rOTvKT+rWld2+omIiG1rh7dr+mGXN8opZzhlDMYuUVLWS1pR3pNJ/K1fdJiYym7ZouxitUfkHgPoH+LU/5EaIYchY9VtlmS0Mpvs6lCDas2lvf1OT32JiIhvbsW7f9MI2baMYbOMV2mY03KWqop9pOO5XaVotLxYmmJUu8LauzmuEyrllKrlfd5x/NaihqptfKrJK63+Ax+Gk2qZo0fhGyjR3D5NOTy2Dg5xtL85J3S4cW7cfAREQpa4a3azojyw5donhMtxqq4Slaor2k6k5Wb3N/M3v3veRFMQrRwlqirVEd07N8qpZzhlDMY60VLWS1nHerq94tc2TMRLS7ZouxiqHmT5RRyXDuGWw1IuWs1rSlvslf5m/BIRGC1ZotRiiFVmOhGDzDEudSm4ybvLUm4pt8Xqrdf7CJoiWNfA2a5zMJmT6M4bJp62ApJS87blL67OXD7hFMQva4W1b70wtyz0AAAAAAAAAAAAAAAADmHxVws6+dUnQhOS7De4wcv1pcjKvy4vyVFVVcYhpWz630NT8KXsUcz6bnrJs+t9DU/Cl7A+m56ybPrfQ1PwpewPpuesmz630NT8KXsD6bnrJs+t9DU/Cl7A+m56yt9EMDVp6UYd1KVRJVldunJJceLaJp8vTwlquLtMzDtpu+kAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAADF3mHnj6kMq66dzvMPPH1IZNdO53mHnj6kMmunc7zDzx9SGTXTud5h54+pDJrp3O8w88fUhk107neYeePqQya6dzvUPPH1oZNVO53qHnj60DVTud6h54+tA1U7neoeePrQNVO53qHnj60DVTud6h54+tA1U7neoeePrQNVO53mHnj6kDXTud5h54+pDJrp3O8w88fUhk107neYeePqQya6dzvMPPH1IZNdO53mHnj6kMmunc7zDzx9SGTXTud5h54+pDJrp3O8w88fUhk107neYeePqQya6dzvMPPH1IZNdO53mHnj6kMmunc7zDzx9SGTXTud5h54+pDJrp3O8w88fUhk107neYeePqQya6dzvMPPH1IZNdO53mHnj6kMmunc7zDzx9SGTXTud5h54+pDJrp3O8w88fUhk107neYeePqQya6dzvMPPH1IZNdO53mHnj6kMmunc7zDzx9SGTXTud5h54+pDJrp3O8w88fUhk107neYeePqQya6dzvMPPH1IZNdO53mHnj6kMmunc7zDzx9SGTXTud5h54+pDJrp3O8w88fUhk107neYeePqQya6d352sed8jksDJYGSwMlgZLAyWBksDJYGSwMlgZLAyWBksDJYGSwMlgZLAyWBksDJYGSwMlgZLAyWBksDJYGSwMlgZLAyWBksDJYGSwMlgZLAyWBksDJYGSwMlgZLAyWBksDJYGSwMlgZLAy9CAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAP/2Q== 

Considerada uma das maiores cadeias econômicas do Rio Grande do Norte, a produção de petróleo hoje segue movimento descendente. O estado fechou 2014 com leve queda de 0,2% na produção diária em relação ao ano anterior. Nos últimos quatro anos, o rendimento não chega a 60 mil barris de petróleo por dia. A redução acumulada também causa a perda de competitividade junto à maior exploradora do país. De acordo com o Sindicato dos Petroleiros do RN, a redução de investimentos da Petrobrás já levou a demissão de quatro mil petroleiros. No ano passado, a estatal também deu entrada na venda de participação de duas reservas em águas profundas recém-descobertas  na Bacia Potiguar.

Nos últimos anos, a Petrobrás voltou os olhos para a exploração da camada pré-sal em detrimento de investimentos nos chamados campos maduros, concentrados no Nordeste. Estes campos possuem uma produção menor e ainda exigem investimentos contínuos em  recuperação, com injeção de gás e adensamento de malha para estabilizar a produtividade. Em 2013, a estatal chegou a apresentar um plano de investimento de R$ 1,8 bilhão nos 82 campos do RN até 2018.

Entretanto, o escândalo da Operação Lava Jato, que envolveu o superfaturamento de obras da estatal pelo Brasil, pode barrar ou atrasar a chegada de investimentos, na avaliação de entidades da cadeia petrolífera potiguar. De acordo com informações colhidas pela reportagem junto às empresas prestadoras de serviço, a média de perfurações nos últimos anos caiu de 800 para 100 por ano.

Segundo o Sindipetro, o temor são justificados pelo crescente número de demissões e realocações de equipe nos últimos cinco anos. Levantamento do sindicato mostra que 250 funcionários da estatal foram realocados para campos em outros estados – notoriamente onde se encontram as maiores reservas da camada pré-sal; outros 350 assinaram acordo de demissão voluntária, mas não foram reaproveitados para outras funções na empresa; e quatro mil foram demitidos por terceirizadas vinculadas à estatal. “A visão da estatal não é mais contratar o homem-hora, mas por serviço as empresas. Neste caso, o que a empreiteira faz é reduzir o número de trabalhadores que tinha. Isso está afetando o Brasil todo”, afirma o diretor de previdência do Sindipetro, Belchior Medeiros. “Agora está piorando a situação. Com a Lava Jato, o cerco está apertando.”

Em janeiro, a então presidente da Petrobrás, Graça Foster, anunciou que empresa diminuiria o ritmo de investimentos. No último final de semana, o jornal O Globo noticiou que a empresa adiaria  R$ 11 milhões em licitações que estariam previstas para o primeiro semestre.

Para Medeiros, uma das causas dessa redução é a revisão de contratos de empreiteiras por parte da estatal. “Essa revisão geral já está afetando, é geral, dos menores aos maiores contratos. Temos empreiteiras atuando na refinaria, na perfuração de poços, em quase todos os setores”, afiançou.

Venda
Outro sintoma da redução de investimentos por parte da Petrobras é o processo de venda dos poços de Pitú e Araruna, primeiras reservas em águas profundas descobertas no RN. De acordo com informações da Agência Nacional de Petróleo, os poços terão participação cedida à British Petroleum do Brasil. Em outubro do ano passado, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) aprovou a venda das fatias de participação. Para ambos, a Petrobrás reduziu a participação de 60% para 40%; outros 40% ficaram com a BP e 20% com a companhia portuguesa Petrogal. A estatal brasileira continua como a operadora do consórcio.

Localizado em profundidade d’água de 1.731 metros, a uma distância de 55 km da costa potiguar, Pitú foi a primeira reserva a ser divulgada pela Petrobrás, em 2013. No ano passado, as foram descobertos ainda os poços de Tango e Araruna. Nenhum deles teve a capacidade de produção divulgada.

Da Tribuna do Norte / Via Blog Comunicador Efectivo