@PatuemFoco

sábado, 22 de dezembro de 2018

Ministério Público recomenda que Polícia Militar coíba poluição sonora em Grossos, Tibau e Areia Branca durante o veraneio

ImagemO Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou que a Polícia Militar coíba a poluição sonora nos municípios de Areia Branca, Grossos e Tibau durante o veraneio.
Segundo informações colhidas pelo MPRN, os municípios serão palcos de vários eventos durante o período de verão, nos quais é comum a utilização de grandes equipamentos de som em áreas urbanas com volume acima do limite fixado pela Lei Estadual. Sendo assim, o MPRN recomenda às forças policiais dessas cidades que realizem a apreensão de veículos e seus respectivos aparatos sonoros que forem flagrados emitindo sons que possam incomodar o sossego alheio.

A recomendação ainda prevê que, no caso de ser possível desconectar o som dos veículos, realizem a apreensão apenas do aparelho de som. Além disso, sugere que a PM atribua maior atenção para áreas residenciais e que estiverem próximas a hospitais, asilos e casas de repouso, independente do horário. O documento se estende também para os veranistas, para que se abstenham de utilizar aparelhos de sonoros em volumes que possam causar poluição sonora, sob pena de aplicação das medidas legais cabíveis.

Uma Lei estadual fixa em 55, 70 e 65 decibéis a emissão de aparelhos de som em período diurno, respectivamente para áreas residenciais, industriais e diversificadas. Já para o período noturno são estabelecidos como limite o volume de 45, 60 e 55 decibéis para as mesmas áreas.


Via Fim da Linha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO !!!

Prezado Amigo Web-Leitor, não publicarei comentários anônimos e, também, não aceito nenhum tipo de ofensas morais que possam vir a denigrir a imagem de alguém e não me responsabilizo por comentários que alguém possa vir fazer.
Pois, antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato !!!

Cordiais saudações,

CLAUDISMAR DANTAS -
(Editor - Blog PATU EM FOCO).