@PatuemFoco

quinta-feira, 8 de junho de 2017

CARLOS EDUARDO ALVES DESISTE DE PRÉ-CANDIDATURA AO GOVERNO DO ESTADO

O prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) desistiu da pré-candidatura ao governo do Estado em outubro do ano que vem. Com isso, deverá ficar à frente da Prefeitura até 2020, não renunciando mais em março ao mandato. A informação é confirmada por auxiliares próximos ao prefeito. Até então, Carlos vinha alimentado a expectativa de disputar a chefia do executivo estadual no ano que vem, enfrentando possivelmente a candidatura de reeleição do atual governador, Robinson Faria. Mas, hoje, a conclusão do chefe do executivo municipal de Natal, é a de que Carlos Eduardo se desgastou no final do ano passado e no início deste ano, com várias questões que vão da “repentina” incapacidade de manter o salário dos servidores em dia, tão logo passou a eleição, passando por manobras como antecipação de receitas do IPTU do exercício seguinte, desobediência de decisões do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e a polêmica viagem aos Estados Unidos sem a devida comunicação à Câmara Municipal.

Salários. Segundo uma fonte da alta cúpula de Natal, o prefeito Carlos Eduardo está ciente das dificuldades administrativas que tem de enfrentar para equilibras as contas da prefeitura, e não desistiu de encará-las, mas admite que renunciar à prefeitura com vários setores da cidade com problemas poderá não ser uma decisão inteligente.

Capacidade. Carlos não desistiu de tentar “ajeitar” a Prefeitura. Tanto que designou o ex-diretor do Natalprev Homero Grec para levantar a situação financeira, indicando onde dever haver cortes de despesas. É com base nesses cortes de despesas – com terceirizados, por exemplo – que ele pretende colocar os salários atrasos dos servidores em dia. Carlos tem dito inclusive que conseguiu recursos para realizar obras nos próximos meses, como calçamento de ruas em mais de uma região da cidade, por exemplo, e que este quarto mandato será o melhor que a cidade de Natal já teve.

Argumento. Apesar disso, o ponto central para Carlos Eduardo desistir da pré-candidatura a governador não diria respeito à Prefeitura de Natal, mas sim, ao fato de que o governo do Estado está quebrado. “Penso ficar até o final como prefeito, trabalhando neste que será o melhor de todos os mandatos que Natal já teve. Qual a razão que me levaria a deixar um mandato que será o melhor que Natal já teve para disputar um Estado falido?”, tem questionado ele.

Suporte. O prefeito também tem dito que se considera de uma geração nova de políticas, com tempo de sobra para disputar eleições vindouras. Nesse sentido, um forte sinal de que ele desistiu da candidatura a governador, é que tem investido na pré-candidatura da primeira-dama Andréia Ramalho a deputada estadual.

Fonte: Alex Viana/Agora RN Via RN POLITICA EM DIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO !!!

Prezado Amigo Web-Leitor, não publicarei comentários anônimos e, também, não aceito nenhum tipo de ofensas morais que possam vir a denigrir a imagem de alguém e não me responsabilizo por comentários que alguém possa vir fazer.
Pois, antes de fazer o seu comentário, se identifique e se responsabilize.

Desde já fico grato !!!

Cordiais saudações,

CLAUDISMAR DANTAS -
(Editor - Blog PATU EM FOCO).